O Paciente Inglês é um romance de 1996 e foi dirigido por Anthony Minghella. Ele conta com os nomes de Ralph Fiennes e Kristin Scott Thomas como protagonistas. Além disso, a obra é baseada no livro homônimo de Michael Ondaatje. Por fim, vale citar que o filme foi indicado ao Oscar em 12 categorias e saiu da premiação com 9 estatuetas, incluindo as de Melhor Filme e Melhor Diretor.

Sobre o enredo de O Paciente Inglês

O enredo do filme nos conta a história do conde Laszlo Almasy (Fiennes), que está desfigurado por conta de queimaduras que sofreu em um acidente. O período é o da Segunda Guerra Mundial e flutuamos entre o presente e o passado de Laszlo. Isso porque, anteriormente, o rapaz viveu um romance proibido com a esposa de um amigo, Katharine Clifton (Scott Thomas).

Veja Também!  Resenha | O Professor de Música (Original Netflix)

O roteiro é de Mighella também, que constrói um romance com nuances de drama muito envolvente de assistir. Cada vez que um personagem do presente de Laszlo cita algo que o faz lembrar de seu passado, somos transportados para um momento anterior e conseguimos construir todo o quebra-cabeças aos poucos. Mas a premissa do amor proibido já era um molde de sucesso a ser utilizado.

Personagens e Elenco

No geral, o filme tem personagens muito bem construídos e traz a mistura de figuras reais com fictícias. O conde Laszlo, por exemplo, realmente existiu. E o grande destaque vai para o protagonista, Ralph Fiennes, que nos entrega um rapaz apaixonado em seu passado, mas, em seu presente, apenas um conde sem memória que vai aos poucos redescobrindo sua história. E essa construção junto ao espectador é o que torna a história ainda mais envolvente.

Veja Também!  Resenha | Minha Juventude - 1ª Temporada (Original Netflix)

Direção e fotografia de O Paciente Inglês

Cena do filme O Paciente Inglês

A direção premiada de Anthony Mighella conduziu o roteiro de forma a conseguir manter um ritmo interessante de narrativa, o que não é o que se pode dizer da maioria dos filmes de romance que se aventuram na mesclagem com o drama. Logo, é possível sentir toda a comoção da parte dramática e história da obra, mas sem deixar de se envolver com o romance proibido descrito ao expectador.

Cenografia e figurinos

Por fim, cenografia e figurino trazem uma perfeita viagem ao tempo. É possível ver cada detalhe da época retratada no filme explícito tanto nos cenários explorados pelos personagens, quanto nos figurinos que os mesmos vestem. Festas de gala, contrastam com fardas.

Veja Também!  Resenha | The Boys in the Band (Original Netflix)

E então, você já assistiu ao filme? Conta para a gente o que achou!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.