Em O Príncipe do Natal: O Casamento Real tem tudo: um falso país europeu lutando com dificuldades econômicas, parentes coniventes, romance e um casamento real extravagante.

Nada diz “Natal” como um casamento na realeza em um país fictício da Europa. Ou pelo menos essa parece ser a lógica por trás dos últimos filmes que a Netflix vem colocando em sua grade. Esse longa-metragem é a continuação de O Príncipe do Natal, que foi lançado na última temporada de festas.

O primeiro filme, que deu origem a O Príncipe do Natal: O Casamento Real, tem uma configuração cansada, clichê demais. A plebeia humilde, mas bonita, inadvertidamente rouba o coração de um membro da realeza Europeia sob sua verdadeira identidade mascarada. Infelizmente podemos enxergar alguns buracos no enredo que nos fazem desanimar. Mas, ainda bem que não aconteceu da mesma forma com sua continuação.

Veja Também!  Ammonite | Confira quem são as protagonistas do novo romance de época

O Príncipe do Natal: O Casamento Real é quase uma sátira do casamento de Meghan Markle

O Príncipe do Natal: O Casamento Real abre com uma foto de Amber sozinha em seu apartamento em Nova York. Ela está digitando em seu notebook e tem todo aquele clima glamoroso.  A moça aparentemente não está mais trabalhando para o Now Beate. É, em vez disso, uma blogueira, narrando on-line seu compromisso com o príncipe Richard.

Quem assistiu O Príncipe de Natal em 2017 vai lembrar-se de Simon, mais carinhosamente como Lord Duxbury. Ele está de volta, mas perdeu todo seu dinheiro (e sua Ferrari) em seu divórcio com Sophia, que o ajudou com a tentativa desajeitada de roubar a coroa de Aldovia.

Veja Também!  Resenha | Supernatural (2ª Temporada)

Simon, que passa por um arco de redenção agradável, agora é a melhor coisa do filme. E seu retorno dramático a Aldovia é o melhor momento cinematográfico de 2018.

Em resumo, O Príncipe de Natal: O Casamento Real  é um filme viciante que vai te fazer cancelar sua vida social. Se gostar do gênero, vai querer assistir todas as noites até o Natal para sonhar em ser a Amber. Quase como a mulherada ficou com Meghan Markle.

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here