O Profissional é um filme de ação que foi lançado em 14 de setembro de 1994. A direção é assinada por Luc Besson e seu elenco é composto por Jean Reno, Natalie Portman, Gary Oldman, Danny Aiello, Peter Appel, Willi One Blood, Don Creech, Keith A. Glascoe, Michael Badalucco, entre outros nomes.

Enredo de O Profissional

O Profissional acompanha a história de Mathilda (Natalie Portman), uma criança de doze anos com uma família disfuncional. Nessa família, seu padrasto trabalha para policiais corruptos, ela tem uma meia irmã mais velha cruel, uma mãe negligente, e por fim, um irmão caçula para o qual Mathilda atribui muito carinho. Eles são vizinhos de Leon (Jean Reno), um homem simples, tímido, solitário e aparentemente sem emoções. No entanto, ele esconde um segredo: é um assassino profissional capaz de matar dezenas de homens sozinho.

Entretanto, tudo muda quando os policiais corruptos invadem a casa de Mathilda e matam todos da família menos ela, pois estava no mercado. No momento em que volta para casa, percebeu o ocorrido e bateu na porta de Leon, que exitou em abri-la, porém o fez mesmo assim. Então, jurando vingança pelo seu irmão, ela deseja se tornar uma assassina profissional. Enquanto ela ensina Leon a ler e escrever, ele ensina a Mathilda como manejar uma arma.

Veja Também!  Resenha | Jardim de Meteoros - 1ª Temporada (Original Netflix)

O ritmo varia bastante, entre muito rápida nas cenas de ação, e meio lenta no drama (ou seja lá o que acontece entre os dois). Mas, se você estiver imerso no filme e prestar atenção na história, ele vai passar bem rápido. Isso porque o filme não é tão longo assim.

Elenco e Personagens

A relação entre os dois, e até mesmo essa historinha em que há um personagem durão até que chega um personagem frágil que o sensibiliza, cria questionamentos nele e acaba amolecendo o seu coração, torna o filme bem previsível, até mesmo em seu final.

Entretanto, o relacionamento entre os dois vai muito mais longe (longe até demais), onde há sim uma sexualização da personagem de Portman que, em diversas vezes durante o longa, sensualiza para Leon. Isso pode ser visto na sequência extremamente desconfortável em que ela imita Marilyn Monroe. Isso e diversas outras coisas ao longo do filme, como por exemplo em diversas partes em que ela fuma, na cena em que Leon (Jean Reno) a ensina a matar uma pessoa com um rifle, e quando ela pergunta: em quem eu atiro, e a resposta: é em qualquer um, e ele ainda a ensina alguns truques e cuidados quando o usar.

Mas, voltando na relação esquisita entre os dois, há quem diga que a obra tenta romantizar a pedofilia, algo que é “irromantizável” (se é que essa palavra exista). Porém a maioria acredita que, como Mathilda viveu em um ambiente totalmente impróprio para uma criança e, devido aos abusos que sua família praticava com ela e a falta de amor que recebera, fizeram-na acreditar que o mínimo de amor e carinho (fraternal) que Leon demonstrou por ela, a levou a confundir isso com outro tipo de amor.

Por fim, as atuações são impecáveis, não só com a dupla protagonista Natalie Portman e Jean Reno, mas como a do antagonista interpretado pelo Gary Oldman.

Direção e Fotografia de O Profissional

A direção é responsável pelo ritmo, rápido em alguns casos e lento em outros. Além disso, é ela que sexualiza a personagem em vários casos, criando um plano detalhe nos olhos dela, detalhe que talvez o telespectador não perceberiam se o plano não fosse tão fechado.

Veja Também!  Sen Çal Kapimi | Confira a trilha sonora da novela turca!

Mas, saindo dessa questão, temos a trilha sonora, que remete bastante a um clima italiano (já que o Leon é italiano). Ela se encaixa muito bem em todo o filme e traz muito do sentimento que ele tem no momento. Já a montagem é precisa e extremante ágil nas cenas de ação, que é onde ela brilha mais forte. Nas demais cenas, é uma montagem normal.

A fotografia trata todo o ambiente, como o apartamento do Leon, da família da Mathilda e o restaurante do Tony (Danny Aiello) com tons escuros, indicando que aquele lugar está sujo, no sentido figurado, claro.

Cenografia e Figurinos

A direção de arte é normal, ela apresenta prédios, hotéis, delegacias, roupas normais e, basicamente, ela não entrega muito mais do que promete. Mas há uma sutileza nas vestimentas dos protagonistas, que reforçam o contraste entre os dois. Enquanto Leon usa um sobretudo preto fechado, que esconde seu corpo e em alguns casos armas, o que demonstra a vontade de passar despercebido escondido, Mathilda usa roupas coloridas e que escondem menos de seu corpo, o que demonstra a sua despreocupação e que está a vontade para se expressar.

E você? O que achou do longa? Conta pra gente nos comentários.

Veja Também!  Resenha | The Morning Show – 1ª Temporada (Original Apple TV+)

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.