A original turca da Netflix que ganhou o coração dos brasileiros chega com mais uma temporada este ano. O Último Guardião conta como Hakan (Çagatay Ulusoy), um rapaz ambicioso de classe baixa, torna-se o protetor de Istambul. Seus inimigos? Pessoas chamadas Imortais, que apenas podem ser mortas por objetos especiais ou por um dos seus.

Conforme vimos no final da primeira temporada, Hakan finalmente teve seu embate final com Faysal (Okan Yalabik). De um lado, o imortal queria o sangue do protetor para reviver sua mulher, do outro, o rapaz queria o sangue do inimigo para reviver sua amada, Leyla (Ayça Ayşin Turan). E as coisas acabaram de uma forma bem intrigante. Não só a mulher de Faysal retornou à vida, mas como todos os outros imortais. Você pode conferir a resenha aqui.

E o episódio de abertura da segunda temporada mostra exatamente isso, outros imortais. Porém a primeira cena parece um pouco desconexa, até que que se avance na temporada. Por fim, descobrimos que era apenas uma antecipação do que viria a seguir.

Veja Também!  Onde Assistir | Anime AJIN: Demi-Human online

A segunda temporada de O Último Guardião traz as consequências dos atos de Hakan

A última temporada mostrou um Hakan impulsivo, tomando decisões sem pensar muito. Bom, isso teve consequências, e elas voltam para assombrar o protetor logo no primeiro episódio. Como Faysal agora acusa o rapaz de ter realizado um ato terrorista na Basílica de Santa Sofia, ele torna-se um fugitivo.

E é assim a todo o momento. Os novos inimigos que Hakan tem, suas falhas, as pessoas em quem antes confiava e agora viram as costas para ele, tudo faz parte das consequências de suas ações. Mas a temporada não é apenas isso. Temos sim algum amadurecimento por parte do personagem, mas não muito. Já o ator, Çagatay Ulusoy, surpreende por estar ainda mais cativante e engajado no papel.

Temos alguns novos personagens e o polimento dos antigos

A apresentação dos novos personagens era inevitável. Afinal, temos um leque de Imortais preparando algum plano maligno que Hakan precisa deter. É o típico molde de histórias de super-heróis. Porém a maioria deles não mostra-se muito “assustador”.

Veja Também!  Onde Assistir | Anime SWORDGAI The Animation online

Sim, eles são os vilões e têm um plano terrível, mas não eles não são exatamente os maiores vilões da temporada, sem falar nas atuações que não foram as melhores. Por mais que tenham novos personagens, o maior inimigo ainda continua sendo Faysal. O ator Okan Yalabik conseguiu, também, mostrar mais faces dele e mostrar um polimento maior.

Ainda é Faysal quem mexe com a mente de Hakan e quem é sua maior ameaça. Isso porque, por mais que o protetor deva exercer sua função de guardião para com Istambul, as questões pessoais parecem mais importantes para ele.

Zeynep e o visual da série merecem destaque

A atriz Hazar Ergüçlü, que faz Zeynep, também volta para a temporada tendo que lidar com problemas grandes. E sua atuação foi impecável. Já Ayça Ayşin Turan não teve muito espaço dentro para demonstrar tal amadurecimento, a atriz teve seu potencial abafado por um roteiro fraco. A direção e escrita da série por Binnur Karaevli pecam em alguns pontos, mas não são ruins de forma completa.

Veja Também!  Onde Assistir | Animação 4 Contra o Apocalipse online

Por fim, vale falar do aspecto visual da série. O figurino, cenário e fotografia não mudam tanto, mas, ainda sim, são admiráveis. As imagens são vivas e capturam momentos muito bonitos, deixando a estética da série bem parecida com o que vemos em outras originais Netflix do mesmo gênero.

Enfim, é uma boa temporada e muito envolvente. Sem dúvidas é do tipo que nos prende até o último capítulo. Porém a segunda temporada de O Último Guardião ainda reflete totalmente o que aconteceu na primeira. Ela trata de como isso afeta não só Hakan, mas os personagens do show como um todo. Isso talvez tenha cause uma sensação de não exploração dos personagens como um todo.

Não é possível falar muito sem soltar algum um spoiler. Isso porque as revelações são tantas e tão súbitas que falta espaço para respirar. Mas vale a pena e deixa muitas questões em aberto para a próxima temporada.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

6 COMENTÁRIOS

  1. A segunda temporada de o Ultimo Guardião tem um roteiro decepcionante e sem criatividade, em seus 8 episódios, que poderiam ter acabado no sexto, já que o 7º e 8º parecem desconexos com o enredo. Zeynep e Leyla poderiam ter lutado juntas para defender hakan e a lealdade, é tão clichê ver duas personagens femininas, fortes arrastando olhares pelo protetor sem ganhar espaço em cena. Sem sal e sem graça a morte de Leyla interpretada pela excelente atriz Ayça Asyn Turan que eu espero poder rever em cena como no sexto episódio ou será que vamos ficar com a velha história da garota que se apaixona pelo melhor amigo.

    • Fernando, concordo contigo em tantos pontos! Achei que um desperdício do potencial da Ayça aquela coisa de focar só no romance dela com o do Hakan. Além de ter sido bem ridículo o que fizeram com ela e com a Zeynep.

  2. Essa coisa de controlar a mente e como interpretaram ficou bem brega. Algumas lutas corporais também perderam a qualidade. Por que não guardaram os corpos de Lelya e de Zeynep para revivê-los com o sangue de um imortal?

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.