Pegando meros momentos após o cliffhanger da temporada passada, a 5ª temporada de Once Upon A Time faz uma coisa muito bem vinda: não desperdiça tempo.

Finalmente, após a habitual referência tangencial à infância de Emma agindo como um prenúncio dos eventos que estavam por vir, os redatores entenderam que isso era preciso.

Muitas pessoas tiveram problemas com o arco da história de Frozen da 4ª temporada. Embora não dê para falar pelos oncers em geral, é possível supor que isso tenha influenciado negativamente após certo momento. Nem Anna e Elsa conseguiram salvar as falhas que vieram a acontecer.

Os co-criadores Edward Kitsis e Adam Horowitz parecem ter abordando essa preocupação. A 5ª temporada de Once Upon A Time leva Emma (Jennifer Morrison) para a Floresta Encantada. A Salvadora acaba tendo uma aula sobre os caminhos do Dark One. Sua imaginação traz a entidade maléfica sob a forma de Rumpelstiltskin (Robert Carlyle).

O resto da gangue está em Storybrooke tentando descobrir para onde a “recém-transformada” Dark Swan escapou. E o mais importante: como chegar até ela.

Veja Também!  Resenha | Love Alarm – 1ª Temporada (Original Netflix)

Once Upon A Time acertou em trazer Emma como Dark Swan para a 5ª temporada

Um dos aspectos mais interessantes de Emma é que ela não usa imediatamente vestidos de gola alta. Ela também não ameaça a vida das pessoas logo de cara, mas já tem o coração escurecido. Quando reaparece através de uma massa de lodo negro, ela ainda é Emma, ​​apenas um pouco “diferente”.

A introdução da manifestação desse mal na forma de Rumpelstiltskin como uma voz em sua cabeça, aparece à medida que a temporada avança. Mas facilmente alimenta alguns dos momentos mais emocionantes que os espectadores têm.

Um deles vem quando somos apresentados ao primeiro personagem da Pixar no programa, Merida (Amy Manson), que está perambulando pela Floresta Encantada em busca de uma ilusória vontade do fogo fátuo, que ela acredita que lhe concederá a habilidade de encontrar seu trio de irmãos sequestrados.

Veja Também!  Confira os melhores episódios de The Crown

Foi tudo muito lindo. Swan, para salvar a vida de Regina – sim, de Regina, apesar de muitos dizerem que foi pela cidade – se torna Dark One, apesar de que poderia ter sido mais bem explorado esse lado negro dela. Todos se unem para trazer a Salvadora de volta. Tem a introdução de personagens interessantes que realmente agregaram valor ao enredo. Tem o gancho para o arco da 6ª temporada.

Agora, vem a pergunta: com algumas falhas graves que conseguimos notar e o cansaço visível de alguns atores, bem como de seus personagens, Once Upon A Time tem fôlego para mais uma temporada? A resposta nós já sabemos, infelizmente.

Veja Também!  O que esperar da 3ª temporada de The Crown?

 

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.