Orgulho e Preconceito e Zumbis é uma adaptação cinematográfica do livro homônimo de Seth Grahame-Smith, lançado em 2009. Ambos são inspirados no original de Jane Austen, Orgulho e Preconceito. Clássico que já ganhou diversas adaptações em diversos formatos diferentes. Você pode conferir a resenha da obra original de 2005 aqui.

Enredo de Orgulho e Preconceito e Zumbis

Nesta versão da história, acompanhamos de fato a família Bennet e os esforços da Sra. Bennet para casar suas cinco filhas. E é aí que entram Sr. Darcy (Sam Riley) e Sr. Bingley (Douglas Booth), rapazes ricos que estão de passagem na região em que a família tem moradia.

Bingley rapidamente já se afeiçoa à Bennet mais velha, Jane (Bella Heathcote). Já Darcy passa a ter sentimentos mistos pela segunda Bennet mais velha, Elizabeth (Lilly James). Mulher forte, independente e que sabe cuidar de si própria, ela e Darcy passam a trocar farpas uma vez que ambos não entendem a atração imediata que passam a sentir um pelo outro. Só que no meio de todo esse Orgulho e Preconceito, temos um apocalipse zumbi acontecendo.

Mas, por mais que pareça estranho, o enredo de Seth funciona muito bem. É dinâmico e consegue manter a essência da história original, assim como a química entre os casais. Pode não ser completamente bem visto pelos amantes do clássico, mas é um entretenimento muito bom.

Elenco e personagens

Os personagens são os mesmos, a diferença aqui é que temos zumbis e, portanto, as pessoas precisam lutar contra eles. E o Sr. Bennet, como um pai preocupado que é, mandou todas as filhas para serem treinadas no Japão, mesmo não sendo comuns as mulheres serem guerreiras. E é claro que Lizzy é a melhor guerreira entre elas, chamando de cara a atenção de Darcy. Este, por sua vez, continua muito respeitado entre a sociedade e, nesta versão, também incorpora sua personalidade na situação contra os zumbis como um homem que não dá segundas-chances e não comete erros.

E o elenco performou muito bem todos os papéis. Lógico que o clássico de 2005 e toda a sua mágica ainda permanecem de certa forma superiores, mas esta versão aqui trouxe um elenco que conseguiu fazer jus à essência de seus precursores.

Direção e fotografia

A fotografia é mais escura, soturna. Isso entra em completo contraste com a fotografia clara e vibrante do clássico original de 2005. Mas a explicação é que, como temos uma pegada mais terror por conta dos zumbis, uma fotografia mais sóbria com tons frios e iluminação escura caíram melhor.

Já a direção contou com uma montagem incrível das cenas e um dinamismo muito bem vindo à história, que é um pouco longa e cansativa em suas versões originais.

Cenografia e figurinos

Por fim, a cenografia conta com os locais clássicos frequentados pela nobreza antiga que são sempre muito bem representados pela cinematografia, assim como o figurinos com as roupas mais usadas na época. No entanto, temos um trabalho que deve ser exaltado, que é o de maquiagem. Apesar de não ser o mais incrível, ainda sim é muito convincente.

E então, o que você achou de Orgulho e Preconceito e Zumbis?

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.