Pânico é um filme de 1996 do gênero slasher, um estilo nos filmes de terror que se caracteriza pelo assassino matar aleatoriamente e usar uma máscara. Foi escrito por Kevin Williamson e dirigido por Wes Crave, que também dirigiu suas três sequências, sendo Pânico 4 seu último trabalho em vida. Também é famoso por ter criado o personagem Freddy Krueger e a série de filmes A Hora do Pesadelo. No elenco de Pânico estão nomes como Neve Campbell, Skeet Ulrich, Courteney Cox, David Arquette, Drew Barrymore, entre outros.

Enredo de Pânico

Sidney Prescott (Neve Campbell) é uma adolescente enlutada que perdeu sua mãe há um ano. Quando a primeira morte ocorre na cidade, no aniversário de morte de sua mãe, Sidney tem todos seus traumas trazidos à tona. Não ajuda o fato de que Gale Wheaters (Courteney Cox), uma repórter local, esteja publicando um livro sobre como o assassino da mãe de Sidney pode ser na realidade, inocente.

Tudo piora quando o assassino Ghostface, como foi apelidado por sua icônica máscara de fantasma, começa a ligar para Sidney e persegui-la. A cidade de Woodsboro então começa a ser palco de uma sequência de assassinatos brutais.

O principal método de Ghostface é ligar para suas vítimas e iniciar a conversa com uma série de perguntas sobre filmes de terror. Todo o tom de Pânico é sobre os clichês em filmes terror. É um filme que satiriza o próprio gênero.

Elenco e Personagens

Todos os personagens são bem caricatos de obras de terror. A Sidney de Neve Campbell é a jovem resignada com seu passado e que acaba por se prender a ele, deixando-o afetar seus relacionamentos, principalmente com seu namorado Billy Loomis (Skeet Ulrich). O resto dos personagens de apoio, com exceção de Gale Wheathers (Courteney Cox) e Dwight “Dewey” Riley (David Arquette), são rasos e o telespectador realmente não sabe se vão sobreviver até o final.

O alívio cômico vem por parte de um dos amigos de Sidney, Randy Meeks (Jamie Kennedy), um aficionado em filmes de terror que é quem faz a ligação entre as mortes na cidade com os clichês presentes nessas obras.

Mas o destaque do filme é Skeet Ulrich e sua atuação como Billy. Para evitar spoilers o mais seguro é dizer que o desenvolvimento desse personagem é imprevisível. Ou não, se o telespectador ouviu com atenção Randy.

Direção e Fotografia

Wes Craven dirigiu Pânico com a perfeição de um entusiasta de filmes de terror. Não à toa foi um nome renomado nessa área.

Já as cenas de perseguição e mortes captam bem a essência original de um filme de terror clássico, mas ainda com um toque que as satirizam. Os assassinatos são violentos em um nível exagerado, mas que condizem muito bem com o que a história propõe ao público.

Cenografia e Figurinos

O filme se passa na pequena cidade de Woodsboro, Califórnia e os cenários captam bem essa essência de cidade interiorana com os adolescentes fugindo para uma casa isolada e festejar mesmo em meio a uma onda de assassinatos e toque de recolher.

Mas o que o filme realmente eternizou no imaginário popular foi a fantasia do assassino. Uma máscara simples de fantasma conseguiu se consagrar como o pesadelo de muitos que assistiram a esse filme e até hoje é uma ótima fantasia para o Halloween.

No geral Pânico é um ótimo filme que ao mesmo tempo que utiliza das fórmulas já conhecidas de filme de terror, as ironiza na medida certeira. Uns bons sustos com uma dose precisa de sátira.

E você leitor, já assistiu Pânico? Sentiu mais medo ou achou engraçado? Conta nos comentários.



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.