Parchís: O Documentário é um documentário musical espanhol original da Netflix, produzido por Juan Blanco Quintela e Cristian Pascula e dirigido por Daniel Arasanz. Estreou em 10 de julho de 2019 na Netflix e tem classificação indicativa de 12 anos. O áudio do documentário é em espanhol mas existe a opção de legenda em português.

Grupo Parchís

No início dos anos 80, a gravadora de discos Belter criou o grupo infantil Parchís, atendendo uma necessidade de novos artistas infantis na Espanha. Formada inicialmente por Yolanda Ventura, Constantino Fernández (Tino), Gemma Prat Termens, David Munõz Forcada e Oscar Ferrer Cañadas, a banda se tornou um enorme sucesso na Espanha, Argentina e México.

Após a saída de Oscar, Francisco Diaz Terez (Frank) assumiu o seu lugar. Entre turnês nacionais e internacionais, os integrantes tiveram diversas experiências, que vão desde o primeiro beijo até um show para 10.000 pessoas. Também participaram de diversos filmes. Após diversos problemas, que culminaram com a saída de Tino e o início de sua carreira solo, o Parchís começou sua decadência, chegando ao fim em 1986.

Veja Também!  Onde Assistir | Série Minas do Hóquei online

Sobre o Documentário

Enquanto toda a história sobre o Parchís se desenrola, vemos inúmeras imagens e vídeos de arquivos antigos, além de entrevistas com os antigos membros, pessoas que fizeram parte da equipe e alguns pais.

Dentre as várias conclusões que podemos tirar após assistir a este documentário, conhecendo ou não o grupo, está o fato do quão difícil é crescer em meio à fama. Presenciamos diversos artistas mirins crescendo em frente as câmeras ou em cima de um palco, mas não paramos para pensar o que esta vida pode causar na cabeça e na vida destas crianças. Quais as consequências em ser uma pessoa pública? A busca pelo sucesso é saudável?

Veja Também!  Ficha Técnica | Criminal - Alemanha - 1ª Temporada (Original Netflix)

Diversos outros problemas são explorados no decorrer dos 106 minutos, alguns deles são até cruéis, como o tempo que estas crianças ficavam sem ver e falar com os seus pais. Outros fatores foram apresentados, como questões financeiras e exploração infantil.

Hoje, na faixa dos 50 anos, todos os membros contam as suas experiências e pontos de vistas, sobre como se divertiam mas ao mesmo tempo se sentiam mal por não serem crianças normais, com vidas normais.

Outro momento interessante é quando falam da amizade com a banda infantil mexicana Timbiriche, que rendeu um duelo de grupos no palco, além de uma paixão de Paulina Rubio por David.

A personalidade de alguns membros também é discutida, principalmente o temperamento forte de Tino e Yolanda, que não eram crianças fáceis de conviver, e a timidez de Gemma. Também foi destacado uma paixão de anos que Frank sentiu por Yolanda, e que todos os meninos do grupo beijaram ela, enquanto se tornavam adolescentes.

Veja Também!  Onde Assistir | Série Retaliação online

Percebemos o quanto o final do grupo foi difícil para eles, pois os questionamentos sobre o futuro eram grandes, afinal cantar e atuar era o que eles sabiam fazer, então, o medo do desconhecido era evidente.

Sobre a participação, no documentário, das pessoas que cuidavam da banda, eles também contaram diversas experiências que presenciaram, além de colocarem seus pontos de vista sobre os motivos que levaram ao final do grupo. Finalizando, vemos Yolanda, Tino, Gemma, David, Oscar e Frank conversando e relembrando os bons tempos.

E aí, já assistiu Parchís: o Documentário? Conta pra gente o que achou e se já conhecia este grupo!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.