O encanto incrível de Whoopi Goldberg mais uma vez pode ser notado em Pode Me Chamar De Noel. O filme traz as entusiasmadas contribuições musicais de Garth Brooks e uma excelente reviravolta de Nigel Hawthorne, como um Papai Noel muito triste que consegue fazer deste longa-metragem algo “assistível”. O problema é que seus valentes esforços não podem contrabalançar a letargia de um conto mal estruturado.

O filme estabelece a premissa de que cada Papai Noel “veste esse traje” por 200 anos. Então, ele é responsável por encontrar e treinar um substituto. Mas o atual Papai Noel, conhecido como Nick (Hawthorne), está se aproximando de sua aposentadoria compulsória sem ter recrutado um sucessor.

Veja Também!  Resenha | Nada ao Redor (Original Netflix)

A última esperança de Nick é Lucy Cullins (Whoopi Goldberg), que, quando jovem, sentou-se no colo do Papai Noel. Ela chegou a experimentar seu chapéu, e o brilho em seu olhar, fez Nick e seu elfo Ralph (Taylor Negron) a reconhecerem como uma verdadeira crente.

Pode Me Chamar De Noel não teve um rendimento esperado em termos de elementos cômicos

Como vemos no flashback de abertura de Pode Me Chamar De Noel, no entanto, esse incidente foi seguido pela notícia da morte do pai de Lucy no Vietnã. Esse evento desencadeou uma descrença absoluta sobre o Natal. Agora, representando essa ironia, Lucy produz infomerciais de Natal para em um canal de vendas.

Veja Também!  Resenha | Pássaro do Oriente (Original Netflix)

Para se aproximar de Lucy, sempre irritada, Nick faz um teste para desempenhar o papel de… Quem mais? Papai Noel. Ele é natural. Ele é tão bom, na verdade, que as vendas vão para o teto, para o prazer do chefe de Lucy.

Em todas as oportunidades, Nick tenta convencer Lucy que ela deve abandonar sua descrença. Ele afirma e reafirma que ela deve acreditar no Papai Noel mais uma vez. À medida que a noite de Natal se aproxima, o Polo Norte começa a derreter, mas o negativismo de Lucy, não.

Whoopi Goldberg em Pode Me Chamar De Noel tem muitas possibilidades cômicas, mas não vemos nada disso até o final do filme. E mesmo assim elas são bem insatisfatórias.

Veja Também!  Resenha | Nada ao Redor (Original Netflix)

O principal problema é que poderia haver uma mudança de comportamento enquanto o enredo avança. Em vez disso, Lucy continua como grinch carrancudo até, finalmente, sofrer uma súbita e pouco convincente conversão. É uma história baseada em personagens sem caráter suficiente.

O diretor Peter Werner afirma que a comédia existe, e mantém tudo leve e bem-humorado, auxiliado pelo excelente Hawthorne. Mas podemos notar que essas tentativas de comicidade, em sua maioria, são ineficazes.

Pode Me Chamar De Noel poderia ser muito melhor desenvolvido.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.