A Netflix lançou, recentemente, mais um filme em seu catálogo que, em poucos dias, já foi muito aclamado pelo público. O longa é baseado na obra A virgem em seus olhos, da argentina Florencia Etcheves. 

Sobre o Enredo 

A protagonista é Manuela Pelari (Luisana Lopilato), apelidade de Pipa. Ela é uma detetive novata que começou a sua carreira trabalhando para Francisco Juánez (Joaquín Furriel). 

O filme percorre duas narrativas paralelas: dois assassinatos. 

O primeiro é o homicídio de uma jovem de 20 anos, onde todas as pistas apontam para a sua melhor amiga, mas Juánez, a princípio, não acredita nelas.  

Ao mesmo tempo, Pipa recebe a missão de Roger, o aspirante a promotor, de investigar o assassinato de um jovem que acaba de sair da prisão. Esse que, por sua vez, matou, em uma tentativa de assalto, a esposa de Juánez. Todas as pistas dizem que ele tem algo a ver com isso, mas Pipa quer provar sua inocência. 

Elenco e Personagens 

Luisana Lopilato e Joaquín Furriel são os protagonistas do filme. Os dois realizam um trabalho muito bom.  

Os dois personagens foram muito bem construídos, com uma densidade psicológica que não poderia ser deixada de lado. Além disso, os atores escolhidos conseguem colocar todos os seus sentimentos na atuação.  

É facilmente perceptível perceber as angústias, as incertezas e as dúvidas dos personagens, incluindo os coadjuvantes. 

Outros nomes renomados do cinema argentino estão presentes, como Rafael Fero, Juan Guilera, Abel Ayala e Delfina Chaves. 

Direção e Fotografia 

O filme é dirigido por Alejandro Montiel, muito conhecido por todas as suas direções de suspenses. 

Nesse caso, Montiel sabe muito bem usar os recursos disponíveis. As lentas tomadas da câmera nos momentos de maior suspense contribuem para prender a atenção do público e deixá-lo ansioso. 

Além disso, o trabalho da fotografia também é bom. A escolha de cores e tons escuros nas cenas de maior suspense e tensão são uma característica marcante do filme.  

Cenografia e Figurinos 

A cenografia poderia ter sido um pouco melhor explorada, especialmente quando comparada aos demais componentes do filme.  

Os cenários são simples e se baseiam, na maior parte do filme, em esteriótipos de filme de terror, como a floresta escura no começo do filme e o deck dos navios nas cenas finais.  

Apesar de não serem originais, os figurinos são corretos. Também não são muito explorados. Os personagens passam quase todo o filme com um figurino único e feito quase exclusivamente de cores escuras, com o preto predominante. 

E você, o que achou do filme? Conte pra gente! 


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.