Rua do Medo: 1666 – Parte 3 é um filme de terror de 2021 e original Netflix. O filme é a parte final da trilogia Rua do Medo, e foi dirigido, assim como as duas obras anteriores, por Leigh Janiak e escrito pela diretora junto de Phil Graziadei e Kate Trefry. No elenco estão Kiana Madeira, Olivia Scott Welch, Benjamin Flores Jr., Ashley Zukerman, Gillian Jacobs, Sadie Sink, entre outros.

Enredo de Rua do Medo: 1666 – Parte 3

Depois de colocar a mão de Sarah Fier junto de seu corpo em busca de livrar a cidade da maldição da bruxa e salvar Sam (Olivia Scott Welch), Deena (Kiana Madeira) tem uma visão sobre os verdadeiros acontecimentos que levaram a morte de Sarah Fier e o começo da maldição em Shadyside.

O telespectador é levado então para 1666, quando Sarah Fier (Kiana Madeira) ainda era uma jovem adolescente na então aldeia de Union. Depois de uma noite em que Sarah e Hannah Miller (Olivia Scott Welch), a filha do pastor, finalmente assumem sua paixão uma pela outra, Union começa a sofrer com uma praga que seus cidadãos assumem ser culpa do pecado de Sarah e Hannah. Agora as duas vão precisar provar que não são culpadas, mas a história se mostra muito mais complicada.

De volta a 1994, agora que Deena sabe a verdade sobre a maldição vai fazer de tudo para libertar Sam e a cidade.

Elenco e Personagens

Foi interessante ver os atores dos dois filmes anteriores como os moradores originais de Union e, principalmente, Kiana Madeiro como Sarah Fier e Deena, conseguiu fazer um excelente trabalho administrando as duas personagens.

Outro ator que conseguiu surpreender com a atuação foi Ashley Zukerman, como Solomon Goode e Nick Goode.

Além disso, a química entre Kiana Madeiro e Olivia Scott Welch, já vista no primeiro longa, conseguiu se superar neste filme.

Direção e Fotografia

Leigh Janiak conseguir fechar muito bem a trilogia, surpreendendo com a origem da maldição e enfim contando para o telespectador a história de Sarah Fier.

É interessante ver a criação da história nos dois filmes anteriores e então a quebra total das suposições e ideias com esse terceiro longa. A diretora conseguiu enganar muito bem o telespectador.

A fotografia é muito bem trabalhada, seguindo a época de 1666, sem luz elétrica e com uma ambientação predominantemente escura.

Cenografia e Figurinos

 

Assim como a fotografia, os cenários e os figurinos seguem o ano de 1666, com roupas próprias da época e cenários que remetem ao antigo Estados Unidos.

No geral, Rua do Medo: 1666 – Parte 3 consegue finalizar muito bem a trilogia Rua do Medo, sendo até mesmo superior que seus antecessores.

Para uma melhor comparação clique aqui para a resenha de Rua do Medo: 1994 – Parte 1 e aqui para a de Rua do Medo: 1978 – Parte 2.

E você leitor, o que achou do último filme da trilogia? Qual deles foi seu preferido? Conta para a gente nos comentários.


Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.