O filme angolano Santana chegou à Netflix no dia 28 de agosto de 2020. O longa foi produzido por Maradona Dias dos Santos e Chris Roland e é baseado em fatos reais.

Sobre o Enredo

Santana possui um enredo muito intrigante. Ele gira em torno de dois irmãos que viviam distantes um do outro. Eles se separaram há 35 anos, depois que seus pais foram assassinados. Os irmãos Santana, então, foram direcionados para um orfanato.

Matias (Raul Rosario) teve sorte e foi adotado por uma família com muito dinheiro, que lhe deu uma educação estável e amorosa.

Dias (Paulo Americano) teve menos sorte e passou a vida entrando e saindo de diversos orfanatos, enfrentando muitos problemas durante a maior parte da sua vida.

Porém, a narrativa mostra ao público que, passados alguns anos, os dois irmãos decidiram servir ao seu país. Matias é um general do exército e Dias é um comandante do DNIC, uma unidade especial da polícia angolana.

Matias superou, da sua maneira, o assassinato de seus pais. Porém, o mesmo não aconteceu com o seu irmão: isso se tornou uma obsessão para Dias, que agora está vivendo uma depressão profunda, alimentada com álcool.

Um belo dia, Matias conhece Thandi (Nompilo Gwala), ele começa um relacionamento amoroso e profundo. Dias, por sua vez, sente-se atraído por Célia (Neide Van-Dúnem), uma colega policial, mas não consegue deixar de lado o medo de viver qualquer emoção que um possível relacionamento possa trazer. Célia acabará por trair Dias de uma forma que ele não poderia imaginar.

Quando os dois irmãos são forçados a trabalhar juntos para derrubar uma grande operação de drogas, eles descobrem que o homem por trás do império das drogas, Makimba Ferreira (Rapulana Seiphemo), é o mesmo homem que assassinou seus pais anos atrás.

Dias começa uma jornada querendo apenas matar Ferreira, deixando de lado o seu juramento de cumprir a lei. Matias quer apenas justiça e vai precisar manter seu irmão sob controle.

Quando Ferreira envia assassinos para matar Dias e Matias, eles são forçados a reconciliar suas diferenças e, no final das contas, aprendem que o devem se unir contra um mal maior.

Elencos e Personagens

Santana possui um grandioso elenco de 78 pessoas com uma mistura de atores sul-africanos e angolanos.

Os protagonistas do longa são interpretados por atores e atrizes muito conceituados não só no continente africano, mas em todo o mundo.

Os irmãos Matias e Dias Santana são interpretados, respectivamente, por Raul Rosario e Paulo Americano, dois atores angolanos.

A interpretação de Rosario e Americano é impecável. O público vai se deparar com uma tempestade de sentimentos à tona, angústias, incertezas e vontade de vingança.

Os personagens foram criados com uma densidade psicológica que os torna uma exceção em relação aos filmes de seu mesmo gênero.

A grande estrela do filme, porém, é uma mulher. Depois do sucesso como co-estrela e produtora da peça “Elas não precisam de homens?”, a atriz Neide Van-Dúnem marca a grande estreia de Angola na Netflix, confirmando o seu talento e sua versatilidade na arte da representação.

Rapulana Seiphemo também oferece uma excelente interpretação como chefe de um grande esquema de tráfico de drogas. Makimba Ferreira é um personagem central para o desenrolar da trama.

Direção e Fotografia

Santana foi co-produzido pelo angolano Maradona dos Santos e Chris Roland, um americano nacionalizado na África do Sul. Os dois, juntos, buscaram criar um filme de ação e policial que focasse no mundo das drogas e seus efeitos no cotidiano das pessoas.

As gravações do longa se iniciaram em 2014, mas as dificuldades financeiras e administrativas atrasaram a conclusão. Só em maio de 2020 a equipe conseguiu finalizar a montagem do filme.

O destaque do filme é a sua produção angolana e seu foco na história nacional de um país tão negligenciado pelo mundo do cinema. A presença de Santana na Netflix tem um significado muito importante, principalmente em relação a representatividade.

A câmera possui, em geral, uma movimentação bem rápida devido ao aspecto de ação do filme, mesmo com um certo aspecto emocionante.

A fotografia realiza um excelente trabalho. Muitos efeitos especiais são utilizados para criar as cenas de ação do filme, seguida por uma atmosfera de perseguição e de emoções.

A iluminação poderia ter sido utiliza em uma escala um pouco maior, visto que parte significativa das cenas possui um tom mais escuro devido a uma baixa iluminação. A paleta cromática é bem variada. Não há nenhum tom de cor que predomine sobre os demais.

Veja Também!  Ficha Técnica | Bárbaros - 1ª Temporada (Original Netflix)

Cenografia e Figurinos

Um fato muito interessante sobre a cenografia é que ela foi conduzida por uma equipe 100% sul-africana, sendo a maioria das filmagens realizados nos diversos cenários da Cidade do Cabo.

A produção se aproveitam bastante das áreas abertas e dos espaços naturais da cidade, sendo eles predominantes no filme, ao invés de uma maioria de cenários artificialmente construídos.

Os figurinos são muito variados. O público irá se deparar com uniformes da polícia, uniformes do exército, figurinos convencionais, roupas despojadas e também algumas sociais.

Com certeza essa variedade de figurinos é muito boa para o filme e faz com que o espectador fique ainda mais atento na narrativa.

E você, o que achou de Santana? Conte pra gente!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Veja Também!  Resenha | Borat 2 (Original Prime Video)

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.