See é uma série de ficção científica lançada em 1 de novembro de 2019. A criação é assinada Steven Knight e o elenco é composto por Jason Momoa, Sylvia Hoeks, Hera Hilmar, Christian Camargo, Archie Madekwe, Nesta Cooper, Yadira Guevara-Prip, Alfre Woodard, Franz Drameh, Mojean Aria, Peter Bryant, entre outros nomes.

Enredo de See

See se passa em um futuro distante onde no século XXI um vírus assolou a humanidade reduzindo a população a menos de dois milhões de indivíduos, e os sobreviventes ficaram cegos. Séculos e séculos depois, a visão acabou se tornando um mito, além disso a humanidade voltou séculos no tempo, onde a maioria dos humanos estão divididos em pequenas tribos. É nesse cenário em que uma tribo recebe uma visita de uma mulher gravida, que depois de dos gêmeos nascerem eles descobrem que eles enxergam.

O ritmo da série é muito dinâmico, onde há uma mudança grande de uma cena para a outra, mas em geral pela série possuir muitas cenas de ação, conversas acaloradas, etc, ela acaba tendo um ritmo bem acelerado.

Veja Também!  Resenha | A Maldição do Poço (Original Netflix)

Elenco e Personagens

O protagonista Baba Voss (Jason Momoa) e a antagonista Queen Kane (Sylvia Hoeks) são muito bem apresentados e muito bem desenvolvidos ao longo da série, o Baba Voss o por exemplo, é um personagem em que o público se conecta muito fácil já que ele apresenta aquele clássico arco do pai que protege os filhos a todo custo, um arco que apesar de muito usado ainda funciona, porém a série para ai, e acaba fazendo uma falta gigantesca outras peças em jogo para trazer um dinamismo maior para a história.

O elenco tá muito bem aqui como por exemplo o Jason Momoa que cai muito bem para um líder de uma tribo, um guerreiro que todos admiram e temem ao mesmo tempo, ou a Sylvia Hoeks que apresenta muito bem o papel de uma rainha louca e sádica.

Direção e Fotografia de See

A direção é extremamente habilidosa especialmente nas cenas de ação onde ela traz ótimos planos sequências, muitas vezes com a câmera bem próxima aos atores, o que traz uma grandeza e brutalidade maior as coreografias muito bem planejadas, onde mesmo que seja improvável que uma pessoa cega tenha tanta precisão nos golpes, mas é vendido para nós que é  só mais um traço evolutivo.

Veja Também!  Resenha | O Sangue de Zeus - 1ª Temporada (Original Netflix)

Além disso uma coisa a ser aplaudida é o trabalho com sons, como por exemplo o som de uma arma cortando o ar, um crânio sendo esmagado, os cachorros latindo, tudo isso é muito bem colocado e a mixagem traz muito bem a relação de distância entre um som e outro, tudo isso crucial para a imersão.

Por fim a fotografia também é muito bem feita trazendo tons frios, com cores sem saturação, tudo afim de nos colocar nesse mundo, já que cores não importam quando você não as enxerga.

Cenografia e Figurinos

Essa é uma parte muito, mas muito bem feita, nos figurinos por exemplo, a roupagem e os próprios cabelos dos personagens são extremamente caóticos sem nenhum padrão, o que faz muito sentido.

Veja Também!  Paraíso Perdido | Confira nova série da GloboPlay

O cenários são bem interessantes, onde vemos cordas presas as paredes por exemplo para eles poderem se guiarem, entre outras coisas; mas há uma interação muito interessante quando os personagens entram em contato com coisas feitas pelos seus antepassados, como pontes, carros, ou até mesmo hidrelétricas, onde eles acham que tudo aquilo foram construídos por deuses, já que na condição deles seria praticamente impossível construir algo do tipo.

E você? O que achou da série? Conta pra gente nos comentários.

Confira nossa Ficha Técnica aqui.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.