Seguindo o Coração é um filme indiano de drama, dirigido por Aadish Keluskar e protagonizado por Khushboo Upadhyay e Rohit Kokate. Estreou na Netflix em 09 de agosto de 2019 e tem classificação indicativa de 16 anos.

Atenção: É importante destacar que este filme possuí áudio original, porém é possível assistir com legenda em português. Além disso, apresenta cenas de nudez e sexo e gatilhos de violência física, psicológica e agressão sexual.

Sobre o Filme

Um casal de namorados resolvem comemorar um ano de namoro passando o dia juntos. Enquanto conversam sobre vários assuntos, andam pela marina de Mumbai e após um bom tempo, resolvem pegar um táxi para ir até um café.

Desde o início, é possível perceber que o protagonista masculino (não são apresentados nomes dos personagens principais) é extremamente crítico sobre tudo, principalmente sobre relacionamentos amorosos e política. No táxi, ele descobre que o motorista tem pensamentos muito parecidos com os dele e acaba deixando a namorada de lado. Após ela reclamar, sem pudor nenhum, ele tem um momento de intimidade com ela, lá mesmo, naquele carro.

Quando estão na lanchonete comendo, os dois continuam a discussão ácida que se desenrola há um bom tempo, o que deixa bem claro que eles esperam coisas bem diferentes da relação. Enquanto ela deseja construir uma família, ele só se preocupa com a sua própria satisfação.

Veja Também!  Onde Assistir | Documentário El Pepe, uma vida suprema online

Após sair do local, vão a um cinema assistir um filme (apenas os dois estão na sala). Ele tenta de todas as maneiras possíveis convencer a moça a ter uma relação sexual com ele no local, o que é feito após muita insistência. Sem deixar de discutir a relação, os dois vão até a praia, onde ele ameaça terminar o namoro e como consequência, ela implora que não a abandone.

Quando finalmente convence o amado que os dois devem permanecer juntos, os dois alugam um quarto de hotel onde ele mostra a ela, de maneira extremamente cruel, o que já é perceptível, que este é um relacionamento abusivo.

Sobre a Temática

Sem dúvidas, este é o filme mais nojento que eu já assisti! Uma história agressiva, cruel e misógina. Foram várias as vezes que precisei pausar o filme, tanto para fazer anotações quanto para respirar um pouco.

Desde os primeiros minutos fica claro que o protagonista é um homem que acredita que é o dono da razão. Porém, não bastava apenas isso, pois no decorrer da história percebemos que ele é agressivo, insuportável e misógino.

Confesso que foi quase impossível assistir até o final, mas eu consegui! O grande problema do filme, não tem a ver com a parte técnica ou a atuação, o que foi feito de maneira muito boa, mas a temática abordada e da forma que foi colocada em cena, causa desconforto extremo, pois é feita de maneira crua, sem medo de soar pesado.

Veja Também!  Onde Assistir | Anime HERO MASK online

A história segue linearmente, apesar de se desenrolar em apenas um dia, como se dá um relacionamento abusivo.Começa com alguns toques sutis e chega ao ápice com agressões profundas. Fica claro que o objetivo do diretor é incomodar o espectador, o que é feito de maneira magistral, mas é difícil assistir a este filme sem sentir certo mau estar.

O relacionamento entre os protagonistas passa longe de ser um romance. Em um certo momento, ele tem a coragem de dizer que ela é feia, não é magra, não causa interesse e nem é rica, então, ninguém se interessaria por ela. Aqui entre nós, esse momento foi leve perto do que vem pela frente.

É óbvio que a única coisa que interessa a ele é receber prazer sexual e reclamar de tudo. Sem dúvidas, é o personagem mais odioso que já vi em cena. Acredito que o grande erro foi o exagero mostrado no decorrer da história. Se eu recomendo o filme? Acredito que não!

“OU VOCÊ BRIGA, OU QUER SEXO, OU QUER DAR SERMÕES DEPRESSIVOS.”

Sobre o Elenco

Em quase toda a sua totalidade, o filme é composto apenas pelos dois protagonistas. A atriz Khushboo Upadhyay consegue transmitir a fragilidade de uma mulher que passa por um relacionamento que não é bom para ela, enquanto o ator Rohit Kokate consegue deixar o público com raiva, o que é sinal que ele está fazendo uma boa interpretação. Ambos se doam para apresentar bons papéis.

Veja Também!  Ficha Técnica | Simon Amstell: Set Free (Original Netflix)

Cenografia, Fotografia e Figurino

Com cinematografia de Amey V. Chavan, o filme não se preocupa em passar por ruas movimentadas de carros e ônibus, com bastante barulho. Percebemos que os veículos do país são bem simples, além disso, o quarto do hotel onde os dois vão ao sair da praia, está longe de parecer um hotel e o local onde a moça vive é um subúrbio bastante simples. Em momento nenhum, presenciamos algo que remeta a luxo neste filme.

Quanto a fotografia, em certos momentos a imagem tem tom cinza e em outros sépia e a câmera fica sempre bem focada nos personagens. O figurino varia de uma camisa e calça social bem simples do personagem masculino, e a roupa dela, que nos faz lembrar das vestimentas das mulheres indianas.

E aí, já assistiu Seguindo o Coração? Conta pra gente o que achou!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.