No final da última temporada:

Anteriormente em Supernatural, Dean (Jensen Ackles) conseguiu matar Abaddon utilizando a Primeira Lâmina, porém isso começou a cobrar um preço alto à sua humanidade. Enquanto isso Castiel (Misha Collins) conseguiu uma forma de derrotar Metatron (Curtis Armstrong), mas para isso precisava entrar no Céu. Porém durante o seu plano, ele acabou preso e no meio tempo, Metatron matou Dean (Jensen Ackles), para só então conseguir aprisionar Metatron na prisão celestial com a ajuda de outros anjos. Sam (Jared Padalecki) acaba levando o corpo de Dean de volta ao bunker, com a intenção de obrigar Crowley (Mark Sheppard) a trazê-lo de volta, porém Crowley aparece apenas a Dean, que como previsto recentemente por ele, se tornaria um demônio.

Nessa temporada de Supernatural:

Com o seu irmão desaparecido, a temporada já começa com Sam em uma busca interminável por Dean, enquanto Castiel se encontra cada vez mais enfraquecido e doente e ainda assim, sai em uma missão com Hannah atrás de anjos rebeldes que não retornaram ao céu. Dean abandonou o irmão por vontade própria e foi em uma aventura de bares e mulheres com Crowley, fazendo Sam acreditar que Crowley deixou um demônio possuir Dean, e Sam só deseja o corpo do irmão de volta. Porém, na verdade, a Marca de Cain transformou Dean em demônio. Os irmãos Winchester passarão toda a temporada então, tentando remover a marca de Dean, e isso trará a eles conflitos ainda maiores. Essa jornada afetará imensamente a relação dos irmãos e poderá trazer um mal imensurável ao mundo.

Veja Também!  Resenha | Celeste e Jesse para Sempre (2012)

Parte Técnica:

A décima temporada de “Supernatural” foi ao ar pela primeira vez com o episódio “Black” no dia 7 de outubro de 2014. A estreia da temporada alcançou, só nos Estados Unidos, mais 2.50 milhões de telespectadores. Manteve Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins e Mark Sheppard. Trouxe novamente Curtis Armstrong em seu elenco recorrente e adicionou Ruth Connell no papel de Rowena. Mesmo sendo uma vilã, Rowena não demorou a roubar a cena em vários episódios e fazendo o público entrar em uma relação de amor e ódio com ela. Dessa vez, a temporada manteve o seu foco mais em problemas internos do relacionamento dos irmãos, que no caso era a Marca de Caim e o quanto ela afetava Dean, levando-o a maldade, mesmo ainda mostrando que isso também afetaria o resto do mundo. E embora essa temporada não tenha um enredo muito forte, o público adorou ver Dean como demônio. E pode-se dizer que ela manteve o mesmo nível de sua temporada anterior. Ainda mantendo o foco de intrigas entre os irmãos, a 10ª temporada se aprofundou nisso, mostrando tudo de certo e errado que Sam fez para salvar o irmão e mesmo que Dean não tivesse feito nada certo nesse tempo, ele quase “crucificava” Sam pelos seus atos, levando a um longo drama entre eles. Na realidade, toda a história dessa temporada é apenas um prólogo para os problemas que virão na próxima temporada. Em conclusão, mesmo sendo uma temporada mais focada na relação dos personagens uns com os outros e com foco em remover a Marca de Dean, ela foi uma das temporadas mais adoradas pelo público.

Veja Também!  Resenha | Click (2006)

Trailer da 10ª Temporada:

Confira também o anunciamento da 15ª Temporada da série!

Confira também tudo sobre o encerramento da série!

Gosta da série? Gostou da temporada? Deixe seu comentário!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.