Estreou hoje (22/03) na Netflix, o filme biográfico The Dirt – Confissões do Mötley Crüe, mais uma produção original da plataforma de streaming. Ele conta parte da história de uma das maiores bandas de hard rock da história. Confira abaixo a nossa resenha e conheça um pouco mais sobre esta produção.

Sobre The Dirt – Confissões do Mötley Crüe

O início de uma banda é sempre algo empolgante. Aquela vibração latente que, quando há química, faz todos se arrepiarem e irem a loucura. Quando o Motley Crue começou, essa sensação de falta de ar, de você estar assistindo um show digno de uma apresentação à beira do apocalipse, era constante.

Neste filme, com quase duas horas de duração, podemos acompanhar parte da carreira desta super banda. Então vemos alguns casos emblemáticos envolvendo drogas, overdoses, acidentes e mortes.

The Dirt - Confissões do Mötley Crüe

Veja Também!  Ficha Técnica | Conexão Ásia (2016)

Mas por mais louco que pareça, tudo o que aparece no filme é real. Na verdade, alguns fatos, foram até amenizados. Mesmo com toda a loucura apresentada, a importância do Motley Crue para o cenário musical foi muito importante.

Vemos parte da Los Angeles dos anos oitenta, onde a busca pela fama através do Rock era buscada em cada esquina. Míticas casas de shows como o Whiskey a Go Go, Rainbows e Troubadour, abrigavam diversas outras bandas. Muitas delas se viam como rivais, entre elas Poison e Guns and Roses.

Não é abordado muito a música em si, mas sim a relação da banda e os acontecimentos de sua trajetória rumo ao ápice. Então, não espere que o filme vá lhe apresentar como certas canções foram feitas. O foco é mostrar os demônios de cada membro da banda e o que eles tiveram que enfrentar antes e depois da fama.

Produção e elenco de The Dirt – Confissões do Mötley Crüe

Todos os membros originais da banda participaram da produção do filme, o que acaba dando mais credibilidade a produção.

The Dirt - Confissões do Mötley Crüe

Mas o destaque fica por conta do quarteto de atores escolhidos para viver a banda no filme. Colson Baker interpreta Tommy Lee, ele é mais conhecido pelo seu trabalho musical, ele é rapper e seu nome artístico é Machine Gun Kelly. Iwan Rheon, que já atou em Misfits e Game of Thrones, interpreta Mick Mars. E um ator do calibre dele dispensa apresentações. Daniel Weber, que interpreta Vince Neil, o vocalista da banda, tem uma atuação mediana, mas vive um dos momentos mais emocionantes do filme. Já Douglas Booth ficou com o papel de Nikki Sixx, baixista e líder da banda.

Se você é fã do hard rock dos anos 80, dificilmente não escutou Motley Crue. O filme traz momentos polêmicos da banda, vale a pena dar uma olhada. Então depois de assistir deixe abaixo nos comentários o que achou.

 
Veja Também!  Ficha Técnica | Pompas Fúnebres em Família - 2ª Temporada (Original Netflix)

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.