The Eddy, a mais nova minissérie da Netflix foi lançado em 8 de maio de 2020. A criação é assinada por Jack Thorne e seu elenco conta com André Holland, Joanna Kulig, Amandla Stenber, Leïla Bekhti, Tahar Rahim, Benjamin Biolay, Adil Dehbi, Melissa George, Lada Obradovic, Tchéky Karyo, Randy Kerber, Elyes Aguis, entre outros nomes.

Enredo de The Eddy

The Eddy conta a história de Elliot (André Holland), um americano músico que vive em Paris. Com seu amigo, Farid (Tahar Rahim), ele acaba montando um clube de jazz chamado The Eddy, porém há várias variáveis para o sucesso do clube, como gangues, a polícia, os próprios integrantes da banda, problemas familiares, etc.

O ritmo da série, por ser focada no drama, acaba sendo bem lento. Entretanto, as tramas envolvem toda a banda. Isso por causa de um fato que ocorre logo no primeiro episódio, que são construídas pouco a pouco ao longo dos episódio, acabam, de certa forma, mantendo o interesse do público.

Veja Também!  Ficha Técnica | Trying - 1ª Temporada (Original Apple TV+)

Elenco e Personagens

A construção dos personagens acaba não entregando o que promete. A expectativa é criada já que o título de cada episódio recebe o nome de um integrante da banda. Logo, isso deixa a entender que cada capitulo será focado nesse personagem. De fato, é possível se ver o foco, porém não tão bem assim, já que vinte minutos de cada uma hora que os episódios possuem é focado no personagem do título e os outros quarenta minutos são dedicados ao Elliot e, muitas vezes, à Julie (Amandla Stenber) também.

As atuações são uma grande virtude da série. Isso porque ela possui personagens bem complexos, em que seu elenco consegue entregar ótimos papéis, com o destaque de Joanna Kulig, que consegue entregar uma ótima atuação como Maja.

Direção e Fotografia de The Eddy

A direção aqui é algo bem relativo, já que cada episódio é dirigido por uma pessoa diferente e com um estilo diferente. Damien Chazelle, um diretor já bem consolidado na indústria, tendo como principais obras Whiplash: Em Busca da Perfeição La La Land: Cantando Estações, consegue aqui colocar muito da essência de Fletcher (Whiplash: Em Busca da Perfeição) em Elliot (André Holland). Dessa forma, é possível ver que ele busca um ritmo, tom e alinhamento perfeito entre a banda. Isso acaba gerando conflitos com ela. Em determinados episódios, onde a direção não é de Damien Chazelle, é possível ver uma preocupação maior nos planos detalhes e até mesmo o primeiríssimo plano nos rostos dos atores por exemplo.

Veja Também!  Confira 5 curiosidades sobre The Boys!

A fotografia é um parte bem agradável da minissérie, em que é possível ver uma textura granulada na tela, algo que pode ter sido colocado na pós produção, ou realmente ela foi filmada em película. As cores presentes tendem bastante a tons pastéis, o que destaca a melancolia do show.

Cenografia e Figurinos

Os cenários variam bastante, onde é possível ver o clube, as ruas Parisienses, a casa de Elliot, a casa de Maja, e também é visível a preocupação com os detalhes principalmente nos instrumentos, discos e outras coisas relacionadas a música. Os figurinos são bem simples, com roupas e estilos simples, mas algumas vezes mostram mais sobre os personagens, como o de Katarina (Lada Obradovic).

E você? O que achou da minissérie? Conta pra gente nos comentários.

Veja Também!  Onde Assistir | Filme O Que Ficou Para Trás online
Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.