A imponente 2ª temporada de The Fall se desenrola de uma forma mais lenta. Podemos ver, logo no primeiro episódio, o acompanhamento de perto de um serial killer que não está mais matando, um departamento de polícia que não comete erros e uma narrativa que não contém pistas falsas. Como seus dois personagens centrais, a série passou a policiar agressivamente suas próprias emoções.

Como matador e policial, Paul e Stella são duas das versões mais inteligentes e uniformes desses arquétipos já colocadas na tela. Ambos apresentam exteriores quase incansáveis, mas fervem de raiva sob suas superfícies. Paul é compulsivo, prático e metódico. Ele estuda suas vítimas, caçando-as durante um período de tempo, e então lentamente as estrangula e coloca seus corpos em sua própria pornografia doentia.

Veja Também!  American Gods | Data de estreia da 3ª temporada é divulgada

Nessa nova fase de The Fall, ele usa seu trabalho como conselheiro de luto para visitar sua única vítima sobrevivente, dizendo a ela: “Nada do que você fez, nada que você possa fazer te faz responsável pelo o que foi ele quem fez”.

Isso traz conforto a Paul, traz até mesmo uma espécie de alegria, uma válvula de escape onde ele alimenta a sua fantasia de ser onipotente.

A 2ª temporada de The Fall sai de sua zona de conforto e nos dá uma nova visão da relação entre Paul e Stella

É bom ver que a série saiu do caminho que seguia. Agora ela explora o efeito inquieto da boa aparência de Paul. Logo no início, um esboço de crime bastante preciso dele é publicado no jornal. Esse cara é essencialmente bonito demais para as pessoas o considerarem ou se importarem que ele seja uma ameaça.

Veja Também!  Resenha | O Gambito da Rainha - 1ª Temporada (Original Netflix)

Stella não está imune ao apelo da boa aparência. Seu gosto nos homens se inclina para o ridiculamente bonito. No entanto, ela também está ciente do poder adicional que a aparência de Paul lhe dá.

Em Stella, Paul encontrou seu par. Ela também é compulsiva, prática e metódica. Ela e a polícia trabalhando para ela raramente cometem erros. A burocracia, uma característica de mistérios de assassinato, raramente aparece em The Fall.

Lenta, mas seguramente, ela e sua equipe cercam Paul. Ele pode ser um serial killer genial, daquele tipo fodão. Mas em algum momento os recursos ilimitados de um departamento de polícia bem treinado podem dominar qualquer um. Inclusive um super-homem em sua própria mente.

Veja Também!  Resenha | Amazing Stories - 1ª Temporada (Original Apple TV+)

E assim a gente se extasia com a inteligência de The Fall. Tomara que a 3ª temporada seja tão instigante assim.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.