Anúncios

Pegue o MasterChef e um pouco de  American Idol  e coloque-os em uma panela de pressão. Em seguida, esqueça de tampar a panela e de colocá-la no fogo. Ah, além disso nada que estiver ali dentro tem um tempero adequado. O resultado disso é o The Final Table: o novo reality de comida da Netflix.

Há potencial neste formato, que tem atraído chefs de todo o mundo como juízes e concorrentes. E às vezes o entretenimento maior recai sobre os cozinheiros famosos que preparam pratos fora de suas zonas de conforto.

No entanto, a Netflix ainda tem um grande desafio pela frente:  tornar o programa interessante de se assistir em diversos países, para que mais pessoas se inscrevam.

Veja Também!  Resenha | Cities of Last Things (Original Netflix)

Esse sentimento não é ajudado pelas trivialidades que os juízes e concorrentes forçam. Suas ações podem ser reais, mas não têm sentimento. Às vezes nos dá a impressão de ser algo “forjado”.

The Final Table tem muito talento culinário

Ao menos isso, podemos afirmar. Cada episódio centra-se na culinária de um país diferente, e os 24 competidores, em 12 equipes de dois, primeiro cozinham algo daquele país. Eles são julgados por uma comissão especializada: duas celebridades e uma crítica de alimentos. As três equipes com os piores pratos cozinham novamente e são julgadas pelo representante do The Final Table daquele país, sendo que uma equipe vai para casa.

Veja Também!  Lista | 10 filmes sobre culinária para comer com os olhos

Os chefs estão competindo por “um prêmio que o dinheiro não pode comprar”, “um lugar na mesa final”, como diz o anfitrião. Isso aparentemente significa “nenhum prêmio real” porque a “mesa final” em si é uma espécie de honra, mesmo que tenha sido feita para este programa.

As imagens em câmera lenta de alimentos não correspondem ao alto padrão que outros realitys da Netflix mostram, como  o Sal, Gordura, Ácido e Calor. A sonorização também irrita às vezes. Os juízes fazem muitos ruídos crocantes que parecem um rolo compressor passando por cima de uma rua de batatas fritas.

No fim das contas, para quem gosta do gênero de programas de competições culinárias, The Final Table pode soar interessante. O problema será a falta de brilho que enxergarão ao longo dos episódios.

Veja Também!  Netflix | Confira as novidades da semana (15/07 – 21/07)
 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.