Confesso, quando o filme tem Sandra Bullock no elenco, ele já tem, no mínimo, a minha atenção. Uma das poucas atrizes que consegue transitar entre filmes de comédia e drama, e se destacar em todos.

E em Um Sonho Possível, um drama baseado em fatos reais, vemos toda a experiência da atriz posta à prova e ela revertendo tudo isso em uma enxurrada de prêmios. Para quem gosta de filmes de lição de vida, Um Sonho Possível é uma sessão obrigatória!

Mas nem só de Sandra Bullock o filme vive. A história em que ele se baseia é muito forte e comovente. Este é um filme que trata de muitos assuntos, desde racismo até os sonhos possíveis do título, que nós é apresentado através de um sonhador provável em um cenário improvável.

Sobre Um Sonho Possível

O filme é baseado no livro The Blind Side: Evolution of a Game, de Michael Lewis, que por sua vez se baseou na vida de Michael Oher, famoso jogador de futebol americano.

Veja Também!  Lucifer | O que esperar da quinta temporada?

Um Sonho Possível se inicia com o encontro entre Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock) e Michael Oher (Quinton Aaron). Ele era um jovem sem direção, que não tinha uma boa frequência escolar, filho de uma mãe viciada, à margem da sociedade. Mas apesar de tudo isso ele era um jovem de bom coração. Mas em uma noite chuvosa sua vida muda. Ao encontra-lo desamparado, Leigh o leva pra casa e inicia o processo para ter a guarda do rapaz.

Um Sonho Possível

Claro, há “pequenos” empecilhos no caminho. Ele é um jovem afrodescendente e morador de rua sendo adotado por uma família branca e rica. Leigh não enxerga isso como empecilhos, só oportunidades para que seu novo filho se desenvolva. Sendo assim, ele inicia os estudos em um colégio conceituado e mais tarde começa a jogar futebol americano. Pelo seu porte grande, muitas pessoas questionam maldosamente se a atitude de Leigh não foi apenas para ter uma provável futura estrela no time de futebol ao qual dava apoio. Mas no decorrer do filme, vemos que o apreço, e logo o amor, que se desenvolve entre eles é verdadeiro. Assim uma jovem alma é salva de um possível destino cruel e escala os degraus até se tornar um consagrado jogador de futebol americano.

Veja Também!  Cine Mais | TV Band exibe 'O Imbatível III: Redenção' (25/05)

Um Sonho Possível

Produção e Elenco

Com certeza para Quinton Aaron, interpretar Michael Oher, foi o impulso que precisava em sua carreira. Mas embora tenha sido um ótimo papel, não acho que há muito a se destacar em sua interpretação.

Por outro lado, Sandra Bullock como Leigh Anne Tuohy, foi um espetáculo. E não, não é porque sou admirador do trabalho dela (achei Bird Box, bem fraco), o reconhecimento por seu trabalho neste papel foi tanto da crítica especializada quanto do público. Isso acabou resultando em várias premiações de Melhor Atriz, como o Oscar, o Globo de Ouro, Teen Choice Award, Prêmio do Sindicato de Atores e o Critics Choice Award. Curiosamente o papel foi oferecido inicialmente para Julia Roberts, que acabou o recusando. Ainda bem!

Veja Também!  Resenha | After Maria (Original Netflix)

Outro destaque vai para a direção de John Lee Hancock, que tem demonstrado um pessoal interesse em produções cinebiografias. Além de Um Sonho Possível, ele também dirigiu Walt nos Bastidores de Mary Poppins, sobre a produção do filme da Mary Poppins e The Founder (Fome de Poder), sobre a criação da rede de fast food McDonalds. Todos excelentes filmes, com atores grandes, mas com um foco brilhante no assunto tratado.

Mas e você, já assistiu este show de atuação de Sandra Bullock? Deixe abaixo nos comentários o que achou!

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.