Westworld seria realmente o novo Game of Thrones? Pelo menos essa é a questão que foi prontamente colocada quando a série estreou. Mas neste remake sci-fi de 1973, há pouco a conectar os dois enredos. Além de ampla evidência de obsessão permanente com assassinato, nudez e violência sexual, não há mais nada parecido.

O original Westworld foi o primeiro filme do escritor Michael Crichton, que criou ER e escreveu Jurassic Park. E sua distopia era rica em potencial para uma adaptação de tela mais longa, o que culminou com a série.

A 1ª temporada de Westworld é complexa e visionária

O lugar homônimo é uma experiência imersiva em um parque temático, onde pessoas ricas fingem ser cowboys. O parque é preenchido com um enorme elenco de robôs, imaculadamente feitos, que se prendem a uma série de scripts recorrentes que envolvem centenas de histórias que se cruzam.

Veja Também!  Resenha | Shanghai Fortress (Original Netflix)

Este mundo futurista é aquele que atende principalmente aos homens. Por todo o esforço de sua equipe criativa, o parque temático Westworld é realmente pouco mais que um elaborado bordel onde seus hóspedes podem fazer o que quiserem.

A mensagem sombria e os tons sinistros são mantidos na superfície do enredo desde o início. Percebemos isso quando os robôs disparam brutalmente sobre os rostos um do outro e cortam as gargantas abertas. A mensagem de que o perigo frequente da tecnologia foi longe demais está pendurada à vista de todos. Eles estão programados para não ferir os humanos, mas quanto tempo isso vai durar?

Compulsivamente somos empurrados para um mundo complexo e visionário que não tem pressa em produzir rapidamente seu enredo. Como os robôs na tela, as peças de Westworld são meticulosamente montadas. Há uma capacidade de liberar o inferno que transborda para a superfície deixando um rastro de problemas e caos. E é lindo de assistir.

Veja Também!  Resenha | Crush à Altura (Original Netflix)

Não é um enredo clichê. Este já é o melhor ponto a favor. O diferencial faz com que você sinta vontade de descobrir até onde vai essa história e no que ela vai dar.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.