Z: A Cidade Perdida é um filme de aventura e drama lançado em 2016. A classificação indicativa é para maiores de doze anos e a obra conta com os nomes de Charlie Hunnam, Robert Pattinson, Tom Holland e Sienna Miller em seu elenco.

Enredo de Z: A Cidade Perdida

O filme tem sua trama focada em Percy Fawcett (Charlie Hunnam), um militar que é escolhido para cartografar os limites inexplorados da Amazônia. E, aqui, estaremos entre Brasil e Bolívia. A questão é que o homem fica completamente envolvido e até obcecado com os mistérios do local.

Além de toda a narrativa aventureira, é explorado ainda um drama envolvendo a família de Percy. No filme, é dito que o pai do rapaz não passou de um alcoólatra e por esse motivo teria levado o nome da família para a lama. Portanto, junto à aventura, temos toda a questão familiar e a exploração da jornada de autoconhecimento e encontro da própria identidade de um homem marcado pelos erros do próprio pai.

O filme tem um ritmo um pouco arrastado no começo, mas logo pega mais velocidade e nos conduz por uma aventura muito interessante de ser vista. Ainda sim, parece que algo falta na obra.

Elenco e Personagens

Hunnam entrega um Percy muito bem construído e incorporado enquanto personagem. Isso porque não há uma separação completa do Percy explorador e do Percy indivíduo que sofre com o passado. Ele consegue integrar ambos e demonstrar os efeitos de um no outro. Foi uma atuação em tanto e, sem dúvidas, o destaque da obra.

No entanto, acredito que também vale mencionar Nina, a esposa de Percy. Ela é interpretada por Sienna Miller e é uma personagem extremamente forte, mas sobrecarregada. E isso é muito bem colocado na obra pela atuação impecável da atriz.

Direção e Fotografia de Z: A Cidade Perdida

A direção ficou por conta de James Gray, que deu seu toque especial na trama. Não conheço o livro que originou a obra, mas bastaram algumas pesquisas para saber que grande parte do drama familiar introduzido aqui foi obra dele. Portanto, acredito que tenha feito um bom trabalho, mesmo que tenha errado um pouco no ritmo inicial.

Por fim, a fotografia é um pouco amarelada, mas nada muito exagerado e nem que incomode.

Cenografia e Figurinos

Por fim, a cenografia de Z: A Cidade Perdida é muito bem feita. Tanto as locações naturais, que foram na floresta, quanto as locações montadas, como as casas e cidades do século 20. Além disso, o figurino também não fica para trás, ele é bem detalhado.

E então, o que você achou do filme? Conta pra mim nos comentários!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.