O Duque e Eu é um livro de romance de época da autora Julia Quinn. Ele foi lançado em janeiro de 2000 e é o primeiro da série de livros da saga dos irmãos Bridgerton, que agora irá ser adaptada pela Netflix para uma série. Então, pensando em te ajudar a lembrar dos acontecimentos, viemos trazer hoje o resumo do livro com os detalhes mais importantes para você relembrar.

Uma família feliz em uma época onde casamentos eram acordos

O Duque e Eu nos introduz logo de início à gigantesca família Bridgerton, que é fruto de um relacionamento de amor verdadeiro entre Violet e Edmund, um visconde. Amor esse que deu fruto a oito filhos, todos muito parecidos com o pai e com os nomes colocados em ordem alfabética. Portanto, cada livro acaba tratando de um irmão em específico e este irá tratar da menina mais velha, Daphne, a filha número quatro, que não consegue um bom casamento e está para ser considerada uma solteirona.

Daphne acredita que seus pretendentes não foram bons o bastante e, os que ela consideraria, a consideram como uma amiga apenas, não um possível par. É aí que passamos a conhecer a história em paralelo de seu interesse amoroso, Simon Basset.

O duque de Hastings foi um filho muito esperado mas, por conta de uma condição de gagueira, foi rejeitado pelo pai e teve que crescer sozinho e utilizar de seu título para conseguir as coisas. No final, tornou-se um rapaz bonito e respeitado e melhor amigo do Bridgerton primogênito e hoje o atual visconde, Anthony, irmão de Daphne.

O Duque e Eu traz clichês como namoro falso

Durante um baile, Simon, que acabara de retornar de muitos anos fora da Inglaterra, encontra-se com Daphne, que estava rejeitando com veemência os avanços de um pretendente em um corredor escuro. Com a finalidade de salvar a moça de um possível escândalo e querendo na verdade seduzi-la, ele se prepara para fazer uma entrada. No entanto, Daphne se adianta e dá um soco em seu pretendente, fazendo com que o rapaz, bêbado, caia no chão.

Após muita conversa, Simon percebe que ela é uma Bridgerton e desiste de tentar seduzi-la. Já no salão, ele reencontra-se com seu velho amigo e irmão de Daphne, quando é alertado que deve permanecer escondido para que as mães das meninas solteiras não achem ele, inclusive Violet.

O problema é que ela acaba achando e, durante um momento de desespero, Simon convida Daphne para uma volta pelo salão. Dessa forma, ambos acabam conversando e chegando ao acordo de um cortejo falso, o que traria pretendentes para Daff e paz para Simon.

O romance acaba sendo inevitável em O Duque e Eu

Apesar de ambos os personagens concordarem em não se apaixonar, começam a passar muito tempo juntos. Dessa forma, o romance acaba sendo inevitável, assim como o desejo. E é durante uma festa, em um jardim escuro, que Simon e Daphne são pegos por Anthony aos beijos e em uma situação um tanto quanto íntima. Dessa forma, o Visconde exige que o amigo se caso com a irmã para manter sua honra. No entanto, o duque está muito firme na ideia de que não irá se casar para não ter filhos e para que o título morra com ele, o que seu pai, já morto, odiaria.

Um duelo então é marcado e Daphne vai desesperada ao local para tentar salvar seu amado. Então, ela convence ele de casar com ela, mesmo que fosse seu sonho ter muitos filhos assim como sua mãe. Sacrificando-se, ela poderia evitar a morte de Simon, a culpa de seu irmão por ter matado o amigo e estaria casando por amor, mesmo sem filhos.

O casamento é uma grande notícia na sociedade que, obviamente, sabe de todos os detalhes pelo jornal de Lady Whistledown. Mas o escândalo e o duelo ficam mais por baixo dos panos.

O drama que se segue é na vida dos recém-casados

Apesar de muito amor entre o casal, O Duque e Eu nos direciona então para o terceiro ato. Nele, vemos a crise logo no início do casamento quando Daphne tenta insistir em tentar ter filhos. O problema é que ela, como qualquer menina da época, é muito ingênua e não sabe nada sobre como uma criança é gerada.

Então, ela passa a ser enganada por Simon, que sempre utiliza da interrupção do coito como um método contraceptivo. No entanto, depois de uma conversa com outra pessoa, ela entende que aquele era o motivo para ela não engravidar. Portanto, quando Simon chega bêbado em casa após uma briga dos dois, ela força ele a não interromper o ato, o que causa uma briga ainda maior.

O fim de O Duque e Eu

O que segue é uma fuga de Daphne para a casa da mãe pois acredita estar grávida. No fim, Simon acaba indo atrás dela, descobrindo que ela não engravidou e ficando decepcionado, o que gera uma conversa e reconciliação do casal.

No fim, ele passa a aceitar melhor a ideia de ter filhos e Daphne a conhecer mais sobre o passado do marido. Juntos, eles abrem cartas do pai de Simon, que ele lê para tentar entender o que o pai que tanto odiava pensava.

No epílogo, descobrimos que o casal já está com filhas e todas nomeadas em ordem alfabética no melhor estilo Bridgerton de ser.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.