O universo da Star Wars sempre foi o lar de dezenas de planetas fantásticos e, com Os últimos Jedi, apenas alguns dias de bater nos cinemas, a Lucasfilm lançou um novo longa-metragem que destaca alguns dos lugares que podemos esperar para ver na tela grande na próxima semana.

Locais fora do caminho têm sido utilizados como peças definidas para os inúmeros planetas do universo, desde a Tunísia e os desertos de Abu Dhabi até as florestas de sequóias da Califórnia até a Geleira de Hardangerjøkulen, em Finse, na Noruega. Diretor Rian Johnson diz que, quando ele entrou no projeto, “as primeiras conversas que você tem são sempre sobre o que faz com que algo pareça Star Wars”, e eles viajaram pelo mundo e criaram alguns conjuntos incríveis para os locais do filme.

O último Jedi tem sua própria variedade de novos planetas. Não há novas revelações aqui: os planetas de Canto Bight, Crait e Ahch-To apareceram nos dois trailers do filme, mas cada um usa locais do mundo real para agregar a fantástica variedade de mundos com os quais conhecemos nas Star Wars universo. Esta característica mostra as localizações do mundo real: Dubrovnik, Croácia colocou-se para Canto Bight, os salares de Salar De Uyuni, Bolívia tornaram-se Crait, enquanto o diretor Rian Johnson voltou para a ilha de Skellig Michael, na costa da Irlanda, que vimos brevemente no final de The Force Awakens.

O produtor Ram Bergman observa que eles estão trabalhando em lugares altos e até perigosos para os vários tiros, mas no final, “vale a pena, porque tudo é lindo”.

Star Wars:Os últimos Jedi chega aos cinemas brasileiros em 14 de dezembro.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here